domingo, 3 de novembro de 2013

NOVOS PRODUTOS

Agora  temos  disponível produtos  como: guaraná em pó, unha de gato em pó,uxi amarelo em pó, muiraruira em pó.   Faça sua encomenda conosco por telefone ou email:

Email: naturais_humaita@hotmail.com

(097) 9 8117-0520 TIM
(097) 9 8402-3608 CLARO
(097) 9 9145-4639 VIVO

UXI AMARELO E UNHA DE GATO - ENDOMETRIOSE

A minha endometriose e os chás

http://www.damazonianaturaisecia.com.br/
Sou cada vez mais adepta do uso de produtos naturais em prol da saúde e do bem estar.

Ainda no ano passado, acredito que foi à conta da toma de chás que me livrei de uma cirurgia à minha muito estimada endometriose.

O alvo eram dois endometriomas bilaterais que tenho nos ovários. Para quem não sabe, endometriomas são quistos de sangue, também conhecidos por quistos de chocolate, devido ao seu aspeto castanho escuro. 

Assim que os resultados confirmaram que os endometriomas tinham aumentado de tamanho, perguntei à minha médica se não havia nenhum medicamento que os pudesse reduzir, evitando partir já para cirurgia.

Sugeriu-me então uma medicação intramuscular e apanhei com 3 injeções, com a duração de 1 mês cada.

Ao fim deste tempo, e com novos exames prontos, os resultados não foram animadores. Os teimosos dos endometriomas não reduziram praticamente nada.

Já não havia muito a fazer e a conversa da cirurgia voltou à discussão.

Entretanto fiz os exames pré-operatórios e já só faltava ir à consulta para agendar a data e combinar todos os restantes pormenores com a médica.

Nesse espaço de tempo pesquisei e li muito sobre plantas medicinais que me pudessem ajudar na endometriose e encontrei informação acerca de umas ervinhas com efeitos muito benéficos para a endometriose e outras doenças ginecológicas, como miomas, ovários poliquísticos, etc... 

Fiquei tentada a experimentar, mas não sei antes falar com a médica. Tinha receio de partir para a toma de outras coisas sem o conhecimento médico, e dos possíveis efeitos secundários que daí pudessem surgir.

Eu estava disposta a fazer qualquer coisa só para não ter de me sujeitar a mais uma cirurgia. Mais uma cirurgia complicada, porque por mais simples que pudesse ser, no meu caso sei que não seria,  a avaliar pelo meu historial clínico para lá de complicado e pelas próprias opiniões médicas.

Nessa consulta fui franca com a médica e disse-lhe que não tinha vontade nenhuma de ser operada. Não queria ser operada. Pelo menos para já. Fui clara e o mais objetiva possível. Se os endometriomas não me trouxessem riscos acrescidos para a saúde, viveria muito bem com eles e assumiria as consequências disso.

Aproveitei e falei-lhe do que tinha lido acerca dos chás. Tal como já estava à espera, ela desvalorizou, mas também não me disse para não os tomar. Saí da consulta com a cirurgia adiada e a combinação que daríamos mais um tempo. A próxima consulta seria dali a 3 meses com os resultados de novos exames. E nessa altura tomava-se a decisão do que fazer a seguir.

Fui à Antiga Ervanária, em Lisboa. Falei com a pessoa que me atendeu, disse-lhe ao que vinha e referi o nome das ervas.

Na ervanária disseram-me como haveria de tomá-las e aconselharam a acrescentar mais uma planta às anteriores.

Ao fim dos 3 meses de toma diária, e com novos exames feitos, a médica mostrou-se contente com os resultados e eu ainda mais. Os endometriomas estavam mais pequenos. Segundo ela, deve ter havido um efeito retardado das injeções que fiz durante 3 meses. Já eu acho e acredito que foram os chás que me ajudaram.

Continuo a tomar os chás, a ser vigiada e a fazer exames de diagnóstico. De cada vez que os faço os resultados são sempre melhores. A médica é da opinião que possa ter que ver com a pílula continua e eu acho que é pouco provável, porque pílula contínua (sem dias de paragem ou descanso) já eu faço há muito tempo. Continuo a acreditar que os novos resultados devo-os aos meus remédios caseiros (não deixei, nem deixo de tomar a pílula contínua).

Na minha bancada da cozinha repousam religiosamente os meus 3 frascos de ervas. Os nomes são sugestivos e imediatamente remetem para uma qualquer poção mágica: Unha de Gato, Uxi Amarelo e Graviola. Acredito que esta tem sido a minha poção mágica.


Em casa faço tal e qual como me recomendaram na ervanária. Fervo 1 litro de água e depois acrescento uma colher de sopa de cada uma das três espécies de planta e deixo repousar. Depois vou bebendo o chá ao longo do dia.

E é este o meu medicamento natural para a endometriose desde há ano: 1 litro de chá por dia.

Bem sei que sendo portadora de uma doença crónica não estou à espera de encontrar a cura milagrosa. Mas se estiver ao meu alcance poder reduzir os estragos que esta doença me tem feito e impedi-la de novos desenvolvimentos, e até limitá-la nas suas manisfestações, não vou poupá-la. Prefiro apostar nas intervenções menos invasivas, do que andarem constantemente a mexerem-me e a revolverem-me as entranhas.

P.S. Atenção que o uso de plantas naturais não está isento de contra-indicações e não dispensa a consulta de um médico ou outro especialista.